Provas

     É consenso que as provas funcionais, entenda-se o Freio de Ouro, foram responsáveis  pela rápida e eficiente seleção efetuada na raça crioula desde a seleção das éguas base até consolidação de nossos plantéis atuais.

     Não resta dúvida de que as pistas foram responsáveis pela evolução da raça, diga-se, pela rápida e efetiva evolução. Temos hoje um cavalo completo e isso se deve principalmente a esse instrumento precioso de seleção que é o Freio de Ouro.

     É bem verdade que a raça atravessa um momento onde é fundamental a comprovação em outras competições além do Freio de Ouro. No entanto, continua sendo o primeiro passo para a existência de um verdadeiro criatório a comprovação nessa competição. É nesse contexto que nós criadores podemos testar nossos produtos, cruzamentos e investimentos de anos em determinadas linhagens comparando com os demais animais. 

     Nós do Veio D´Água, após 6 anos da chegada de nosso principal reprodutor – Faisão de São Bibiano -  podemos dizer que estamos prontos para começar essa etapa.

     Independentemente da melhoria contínua de nossa base de éguas ocorrida desde o início da criação, especialmente nos últimos 2 anos através da importação de importantes éguas curraleiras chilenas, dentre as quais destacamos  Rio Claro II Amenaza ( campeã do rodeio regional de Valdívia e selo de raça, além de finalista várias vezes em Rancágua) e La Amanecida Alcancia ( também várias vezes finalista de Rancágua), o ciclo 2009/2010 significará nosso início nas competições do Freio com os produtos das éguas base quando da chegada de Faisão.

Próximo